Aquela sensação de querer voltar atrás, e fazer tudo de novo, de "cortar o mal pela raiz". Lá no começo essa sensação me atormentava, paro e penso, talvez se tivesse feito dessa maneira seria melhor ou talvez daquela, não?
Mas, depois de tantas reflexões levianas, ainda vou dormir com algo no peito, um peso, e é a partir desse momento que percebo que tenho que mudar, tentar, mas é agora, não ficar sonhando dias e noites com uma maquina do tempo inexistente que vai me conceder a uma viagem ao passado para que mude os meus atos. Se tenho um sonho, corro atrás, por que acima de tudo, por que construiu a minha história fui eu mesma e se quero muda-la, quem seria melhor?

Beijos, @laisbatistadesa

Gente essa história foi feita pela minha irmã, podemos dizer que ela não está passando pela sua melhor fase no colégio, como acho que muitas pessoas também já passaram. No começo foi muito choro, mas depois que ela escreveu isso, e eu estou vendo nos atos dela, eu pensei, todo esse sentimento, essa vontade de mudar que eu estou vendo nesse texto acima, é verdade.

Deixe um comentário